.

sábado, 30 de julho de 2016

“Erguer-se e Brilhar” com a Presidência da Área Brasil





Hoje, dia 30 de julho, às 17 horas (horário de Brasília), teremos o devocional especial da Presidência da Área, chamado “Erguer-se e Brilhar”, para celebrar o início das Olimpíadas Rio 2016.

Evento: Devocional “Erguer-se e Brilhar” com a Presidência da Área
Data: Hoje (Sábado), 30 de julho
Horário: 17h 
(horário de Brasília)
Local: Capela sede de sua Estaca

Rapazes, moças, jovens, jovens adultos, pais e líderes são os principais convidados, mas todos os membros e visitantes são bem-vindos.

Por se tratar de um devocional em um final de tarde de sábado, não é necessário comparecer com roupa de domingo, e as irmãs poderão usar calça comprida. Entretanto, alertamos que bermudas e shorts não são apropriados.

No dia do evento, a sede da Igreja abrirá o sinal de satélite duas horas antes da transmissão, exibindo vídeos do Coro do Tabernáculo, para que sejam realizados os testes finais de vídeo e de áudio.

A oração de abertura será proferida na capela sede de Estaca, às 16h50, ou seja, 10 minutos antes do início da transmissão. A oração de encerramento também será feita localmente, após o término do devocional.

Para mais informações, incentivamos todos a curtirem a página Jovens SUD no Facebook e a acompanharem o conteúdo que está sendo publicado sobre o evento.

Em nome da Presidência da Área Brasil, contamos com seu apoio e sua dedicação na divulgação desse evento especial e somos muito gratos por seu serviço de amor. 

“Ansiamos por vê-los no devocional, no dia 30 de julho, e juntos celebrarmos o início da Olimpíada Rio 2016.” Pres. Claudio R. M. Costa






Já sabe que horas inicia a transmissão na sua estaca? Confira o mapa e marque seus amigos!
30 de julho, às 17h (horário de Brasília), na sede da sua estaca.
Se a sua unidade não puder transmitir o evento via satélite, acesse as seguintes opções online:
LDS.org mundial em portugues: http://bit.ly/1GtHhSU
- Canal Mórmon, no YouTube: http://bit.ly/2aCkCfe

terça-feira, 26 de julho de 2016

Morre aos 67 anos, o Élder Per G. Malm, depois de lutar contra um câncer.



O Élder Per G. Malm, setenta Autoridade Geral de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, faleceu nessa terça-feira em sua casa em Gotemburgo, Suécia, depois de enfrentar uma luta contra o câncer, de acordo com a Igreja em um comunicado de imprensa, o Élder Malm foi a primeira autoridade geral sueca a residir naquele país, desde que foi chamado.

O Élder L. Whitney Clayton, presidente dos Quórum dos Setenta, expressou "profunda tristeza pela morte do Élder Malm. Ele era um homem de grande espiritualidade e força. Seu exemplo como um marido, pai, amigo e discípulo ter sido incalculável. " Afirmou ele.


Elder Clayton também acrescentou que "ele lutou contra o câncer com sua calma e coragem características. Ele era amado e respeitado e fará muita falta. Oramos por sua amada esposa, Agneta, e maravilhoso neste momento de sentimentos delicados ". continuou.

Per Gösta Malm nasceu em 12 de setembro de 1948, em Jonkoping, Suécia. Aos 16 anos, ele serviu como missionário construtor da Igreja, depois de servir o seu país durante um curto período de tempo como um militar; logo depois serviu como missionário de tempo integral na Missão de Estocolmo na Suécia. Malm também serviu como presidente de missão e presidente de estaca e foi chamado como setenta na conferência geral de 3 de abril de 2010.


Novo Portal ''O Milagre da Conversão'', - Saiba Mais!

No dia 13 de Julho de 2016 ás 20:00, pelo horário de Brasília-DF, ocorreu o lançamento online do Site ''O Milagre da Conversão'', em São Luís-MA, por Giulian Andrade, membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Nós da equipe do SNB (SUD NEWS BRASIL), fizemos uma pequena entrevista com o colunista, que também está escrevendo um livro com o mesmo título, para conhecer mais de seus projetos e do novo portal. Este não é um site oficial de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Foi criado, na verdade, para auxiliar e incentivar a todos os membros da referida Igreja a pregarem o Evangelho Restaurado de uma maneira eficaz, que trará frutos permanentes à Igreja do Mestre aqui na Terra.
u primeiro livro, 



Blog - Sud News Brasil:  No conteúdo principal do que o livro/site vai tratar?


Giulian Andrade: O principal objetivo do site é auxiliar a todos os irmãos de a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias a galgarem os passos em direção a uma real conversão. O site, como se vê, tem o mesmo título do livro que está sendo publicado. O autor está certo de que os que visitarem o site serão agraciados com um conteúdo de grande importância.

Blog - Sud News BrasilComo surgiu a ideia de escrever esse projeto?
Giulian Andrade: O projeto surgiu de uma inspiração no curso de minha missão de tempo integral, em Santa Maria-RS. O Projeto "O Milagre da Conversão" teve início em 2012, quando servia na cidade de Santo Ângelo, tendo suas primeiras pinceladas em diários pessoais. A pergunta que veio à mente na ocasião foi: "Sou eu um verdadeiro converso? Qual é a medida de minha conversão?".



Blog - Sud News BrasilQuais as novidades que o novo Site trará?

Giulian Andrade: Em breve o site será composto de aulas do Pregar Meu Evangelho, ministradas por mim mesmo; Além disso, acredito que há uma necessidade corrente dos membros reciclarem seu testemunho através da obtenção de conhecimento. No site, sempre postarei livros digitalizados que elevarão o conhecimento e testemunho dos irmãos. Mas não é tudo. Aguardem outras novidades incríveis! 

Blog - Sud News BrasilQual é o publico alvo que o site atingira?
Giulian Andrade: Primordialmente, o site visa os membros da Igreja, antigos ou novos. Isso porque todos, sem exceção, estão em um processo de conversão ao Evangelho de Jesus Cristo.

Trecho do Site:

Ao aproximar-se a páscoa, Jesus reuniu-se com os apóstolos e muitas coisas os ensinou e revelou. Uma delas se refere ao chamado do apostolado. Ele disse: “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá frutoa tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto”. (João 15:1-2) Na ocasião, o Salvador ensinou a seus apóstolos que existe a possibilidade de se estar Nele –– isto é, de comungar com Ele, de conhecê-Lo e a Seu Evangelho –– e, ainda assim, não gerar quaisquer frutos espirituais.  Pedro, por um tempo, foi uma dessas árvores, que, cheia de verdes e deslumbrantes folhas, não gerava frutos ao Mestre. Foi o Apóstolo sênior do Mestre. Viu e ouviu maravilhas; contemplou a vida perfeita e a glória do Filho, durante todo o Seu ministério. Porém, quando pensava que iria segui-Lo mesmo até a morte, ouviu as seguintes palavras de Seu Mestre: “E tu, quando te converteresconfirma teus irmãos” (Lucas 22:32). Ora! Pedro não era convertido? Logo ele, que estava em Cristo, afirmando que O reconhecia como o Escolhido, o Filho do Deus Altíssimo? O que lhe faltava? Qual seria a medida de sua conversão? E a você, o que o Senhor pede?
 O Portal passará a ser afiliada do Sud News Brasil, seu link estará disponível em nossas barras de ferramentas.
Para saber mais sobre o novo portal, acesse: http://www.omilagredaconversao.com/

terça-feira, 5 de julho de 2016

Desmascarando o blog "Vozes Mórmons" e a ABEM

O Sud News Brasil, apoia essa Iniciativa! Pois o grupo denominado VOZES MÓRMONS é formado por apóstatas com o fito de atacar e denegrir A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias!






POR LUCAS GUERREIRO
Colunista do Teologia Mórmon

Encontrava-me, há algum tempo, em um dilema interno: deveria eu escrever um artigo desmentindo as infâmias e apostasias do blog "Vozes Mórmons", mantido pela "Associação de Estudos Mórmons - ABEM) ou não? 

Explico.

"Vozes Mórmons" é uma iniciativa nada nova: um grupo de pessoas que visa desacreditar a doutrina mórmon e atacar a cultura dos membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Então, se é tão evidente que esse site persegue e denigre a imagem e a crença mórmon qual a razão do meu dilema - de escrever ou não sobre eles, ou melhor, contra eles?

Bem, primeiramente Vozes Mórmons não é um site anti-mórmon comum. Trata-se de um aprimoramento na abordagem apostata:

  • Vários dos artigos do blog (não todos!) são assinados por um pseudônimo "Vozes Mórmons" o que reveste o verdadeiro autor da máscara do anonimato. Isso é prejudicial, na medida em que "uma de [nossas] maiores proteções contra as más escolhas é não vestir nenhuma máscara de anonimato." disse Elder Quentin L. Cook, dos Doze Apóstolos. "Se vocês já tiveram vontade de fazer isso, saibam que esse é um grave sinal de perigo e uma das ferramentas do adversário para levá-los a fazer coisas que não devem. (...) Hoje é comum as pessoas ocultarem a própria identidade ao [escreverem textos] carregados de ódio, desprezo e preconceito e publicá-los anonimamente na Internet. Alguns chamam isso de “flamejante”. Certas instituições procuram filtrar esses comentários. O jornal New York Times, por exemplo, não tolera comentários com “ataques pessoais, obscenidade, vulgaridade, blasfêmias, (…) falsidade ideológica, incoerência e GRITOS. (…) “The Times também incentiva o uso dos nomes reais porque: ‘Descobrimos que as pessoas que usam seu próprio nome são mais participativas e respeitosas em suas conversas’ (...) Toda utilização da Internet para agredir, destruir uma reputação ou colocar uma pessoa em má situação é condenável. O que vemos na sociedade é que quando as pessoas vestem a máscara do anonimato, é mais provável que participem desse tipo de conduta, tão destrutiva para o convívio respeitoso. Isso também viola os princípios básicos ensinados pelo Salvador." [1]
  • Os artigos são tendenciosos e sensacionalistas.Veja alguns títulos de artigos populares: "5 Jovens Mórmons Mortos em 1 Semana","Mórmons contra calcinhas", "Joseph Smith mentiu sobre a Poligamia?"e "Estudo analisa Suicídio entre Jovens Mórmons". Não que os temas propostos: taxa de mortalidade de jovens da Igreja, poligamia e suicídio, entre outros - não sejam temas interessantes, relevantes e que mereçam uma investigação (menos o da calcinha!) - mas não há nada de substancial (ou seja, algo que agregue, que dê conhecimento e que seja útil) nos artigos mencionados. Os artigos visam chocar, impactar e claramente criar duvidas sobre as decisões da liderança da Igreja, a doutrina e os costumes dos santos. Analisarei alguns artigos mais abaixo, mas por enquanto, já demonstro que essa ansiedade dos articulistas do Vozes Mórmons por mais visualizações, comentários e acessos ao blog, por meio de "manchetes espalhafatosas" só demostra a fraqueza de seu conteúdo. Utilizam um marketing maquiavélico para ganhar popularidade. No título de suas postagens já deixam (nem sempre, mas em grande parte das vezes) uma ideia subentendida, uma pelo emotivo ou um assunto trivial. Eles nem sempre levam em consideração a exatidão factual ou a relevância da informação. E raramente dão voz aos que pensam de forma contrária (problema que analisarei quando discorrer sobre a Rede Social, mais abaixo). Os manuais da Igreja dão um excelente conselho aos professores que se aplicam aos bloguistas e criadores de conteúdo na internet sobre a Igreja: "Não se devem utilizar recursos (...) para especular, criar sensacionalismo nem ensinar ideias que não sejam claramente afirmadas pela Igreja. Às vezes, mesmo algo que já foi confirmado ou publicado pode não ser adequado para uso (...). [Deve-se] fortalecer a fé e o testemunho [os outros]." [2] Elder David A. Bednar incentivou-nos a fugir do sensacionalismo ao dizer: "Primeiro, nós, discípulos, e nossas mensagens devemos ser confiáveis. Uma pessoa ou um produto que não é confiável é enganoso, falso e fraudulento. Nossas mensagens devem ser verdadeiras, honestas e corretas. Não devemos exagerar, florear, ou fingir que somos alguém ou algo que não somos. Nosso conteúdo deve ser confiável e edificante, e o anonimato que há na Internet não é uma desculpa para não sermos autênticos. A confiabilidade é fortalecida por meio da coerência." [3] Menciono, para finalizar este tópico as "piadas de 1º de abril": todo "dia da mentira" o site Vozes mórmons divulga uma aberração, sem, contudo, mencionar que é mentira: como um investimento multimilionário da Igreja ou uma nova relevação a ser incorporada em D&C. Claro que as mentiras deles não se restringem a uma única dada - mas eles são mais descarados neste dia!


  • Há uma aparência de "intelectualismo". Só aparência mesmo. Eles se dizem neutros, estudiosos e justos. Na descrição "sobre nós" encontramos: "O site Vozes Mórmons busca promover a informação e reflexão sobre temas relacionados à tradição mórmon em um ambiente de liberdade intelectual e respeito a crenças." E ainda: " A ABEM (...) tem como missão incentivar, promover e divulgar estudos acadêmicos (...) Ela cumpre sua missão ao impulsionar os estudos mórmons, incentivando a produção de conhecimento pela qual a tradição mórmon possa ser lida, debatida, interpretada, e analisada de maneira aberta, honesta, e diversificada, além de criar um espaço para compartilhar essa produção dentro de uma comunidade de aprendizado e produção intelectual entre mórmons brasileiros e estrangeiros, bem como entre mórmons e não-mórmons, e entre a comunidade acadêmica brasileira." Bonito texto. Acredito que, a ideia é realmente boa, e que a intenção primeira era digna. Porém, a ABEM se corrompeu. Veja: se a busca era a de "promover a informação e [a] reflexão sobre temas relacionados à tradição mórmon em um ambiente de liberdade intelectual e respeito a crenças" porque a iniciativa esta tão distante e destoante do conteúdo oficial da Igreja? Evidente que, se é uma iniciativa não-oficial, como o site acertadamente menciona, não deve tratar apenas de assuntos recorrentes no site oficial, e nem deve ser parametrizada. Entendo isso. Mas o que não entendo é a insistência em assuntos ignominiosos, blasfemos, torpes, sensacionalistas e repetitivos. Se a missão era mesmo a de "impulsionar os estudos mórmons, incentivando a produção de conhecimento pela qual a tradição mórmon possa ser lida, debatida, interpretada, e analisada de maneira aberta, honesta, e diversificada" estão muito longe desse ideal. Não encontrei NENHUM artigo acadêmico no site. Claro que não é preciso revestir-se de formalismo para discorrer dos temas do evangelho e do viver SUD - mas se o foco era "a comunidade acadêmica brasileira" então: gol da Alemanha! O que quero dizer é: não há nada de muito intelectual no Vozes Mórmons. Não vou falar nada dos erros de português, pois eu erro muito ao escrever, pois na correria da vida sobra nenhum tempo para revisar os textos. Mas tirando a gramática, Vozes Mórmons não é um site para intelectuais pois há poucos acadêmicos e estudiosos gerando conteúdo por lá - e os conteúdos gerados por "estudiosos" carecem de estrutura cientifica (metodologia), espírito crítico (não que não sejam críticos - mas deixam a analise neutra do tema para afundar no cinismo, ceticismo, sofismo, ironia e distorção capciosa. O Presidente Dieter F. Uchtdorf alertou-nos: "Satanás, nosso adversário, deseja que falhemos. Ele espalha mentiras como parte de sua tentativa de destruir nossa crença. Ele sorrateiramente sugere que aquele que duvida, o cínico, é sofisticado e inteligente, enquanto que aqueles que têm fé em Deus e em Seus milagres são ingênuos, cegos ou desmiolados. Satanás afirmará que é “legal” duvidar dos dons espirituais e dos ensinamentos dos profetas verdadeiros." [4]
  • Vou insistir mais um pouco no problema do enfoque do site Vozes Mórmons. Uma pesquisa nos artigos do blog revelou-me que os assuntos mais citados são: homoafetividade, "erros" dos líderes da Igreja (incluindo a poligamia e a restrição do sacerdócio) e sacerdócio para mulheres - e, por isso mesmo, dois desses temas estão relacionados no blog em páginas especificas, que podem ser acessadas logo no menu superior. Esses assuntos são importantíssimos, deixe-me dizer isso logo! Porém, esses assuntos não são os únicos que merecem destaque e um debate aprofundado. De fato, quanto a poligamia, por exemplo, a prática foi limitada aos primórdios da Igreja e descontinuada em 1890, cerca de 126 anos atrás! Além disso, todos os que aceitam a Bíblia estão familiarizados com a poligamia de Abraão, Jacó, Moisés, Davi, Salomão e tantos outros! Essa prática esta muito bem esclarecida em sites oficias e não-oficiais [5]. Sobre a comunidade LGBT a Igreja tem grande atenção e consideração. Um site oficial [6] foi lançado há alguns anos atrás - e há muitos recursos no site oficial e em sites não oficiais [7]. Inclusive tais assuntos já estiveram presentes em Conferências Gerais [8]. É desnecessário martelar em tão somente um ou dois temas, fomentando confusões, distorções, estereótipos e manipulando os leitores. Há um universo de acontecimentos e de estudos sobre a Igreja e seus membros - que não se restringem a alguns poucos assuntos. As pessoas estão falando sobre dezenas dezenas de coisas - e sei disso porque tenho diversos blogs e páginas de conteúdo mórmon - com milhares de pessoas acessando-os semanalmente - e consigo, portanto, verificar o que as pessoas estão interessadas em ler e saber mais.
Esses elementos - anonimato, sensacionalismo, disfarce de intelectualismo e enfoque em alguns temas - faz com que o Site Vozes Mórmons seja muito melhor que blogs anti-mórmons isolados - que apenas tentam convencer seus leitores que a Igreja Mórmon é do diabo, é falsa ou é uma comunidade secreta que visa a destruição do mundo!

Acrescento rapidamente que Vozes Mórmons endossa e divulga a Comunidade de Cristo, um grupo que desde a época da morte do Profeta Joseph Smith se separou dos santos. Esse grupo é fundamentalista: ainda pratica a poligamia. Entretanto, para sobreviverem, tiveram que renunciar a muitas crenças básicas. Lá há "apóstolas" mulheres e muita "filosofia de homens mescladas com as escrituras". Ademais, o que me incomoda, não é divulgar ou falar dessa religião - mas fazê-lo como se fosse a mesma Igreja que pertenço, ou, em alguns casos - como se fosse mais correta e pura.

VEJA NA INTEGRA: http://www.teologiamormon.com.br/2016/07/desmascarando-o-blog-vozes-mormons-e.html



terça-feira, 21 de junho de 2016

Capela da Igreja SUD serve de apoio logístico para comitiva organizadora da Tocha Olímpica.



O dia  07 de junho, ficará na lembrança de muitos aracatienses e visitantes que puderam presenciar, pela primeira vez no Brasil, a Chama Olímpica. No Estado do Ceará, Aracati, que fica a cerca de 185 quilômetros de Fortaleza, a capital do estado, foi a primeira cidade, das 12, que recebeu a passagem da Tocha Olímpica. Presente na cidade com uma bela capela, a liderança de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias foi contatada pelo prefeito Francisco Ivan Silvério da Costa que solicitou o uso deste centro de reuniões da Igreja para servir de ponto de apoio e treinamento da comitiva que acompanhou o evento.

Após ponderação e alinhamento da comunicação e esforços com o Escritório da Área, houve a aprovação e a capela foi utilizada, por algumas horas, como ponto de apoio logístico e de treinamentos para os participantes desse evento que antecede as “Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016”. Sob a direção do Presidente, Sérgio Guimarães, da Estaca Pacajus, e com apoio dos líderes, voluntários e membros da Igreja, que tem tido participação ativa na comunidade, sendo já conhecida, através de ações de Ajuda Humanitária e do Programa Mãos que Ajudam, a recepção e utilização da capela neste evento foi um sucesso. Para o presidente Guimarães foi uma oportunidade valiosa: “Foi um momento especial participar deste evento histórico. Com certeza a cidade será sempre grata a Igreja de Jesus Cristo, seus líderes e membros, que puderam ajudar na recepção e organização das atividades”.   
Ao longo do percurso, aconteceram diversas apresentações de artistas da cidade e durante todo o evento a comunidade se mobilizou. O sentimento olímpico e as mensagens positivas desse momento histórico permanecerão na memória de muitos.






Fonte:www.saladeimprensamormon.org.br

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Ellen G. White, fundadora da Igreja Adventista do 7º Dia, foi Mórmon?


Existe muitas especulações espalhadas entre os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias a respeito de Ellen G. White, fundadora da Igreja Adventista do Sétimo Dia, onde alguns afirmam que ela pertenceu ao mormonismo. O fato de envolver uma personalidade importante de um dos grupos religiosos mais influentes em nossa atualidade, resolvemos pesquisar sobre assunto. Será que de fato a sr. White pertenceu á Igreja SUD? E que ela teve chamados importantes durante os primeiros anos da Igreja? Quem foi ela, exatamente?



Segundo as informações da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Ellen G. White foi uma pessoa de notáveis talentos, que viveu a maior parte de sua vida durante o século 19. Durante toda a sua vida ela escreveu mais de 5.000 artigos e 49 livros. Seus escritos abrangem uma ampla variedade de tópicos, incluindo religião, educação, saúde, relações sociais, evangelismo, profecias, trabalho de publicações, nutrição e administração. A Frase mais famosa entre nossos membros é que: "Ellen White foi membro da Igreja e Secretária do Profeta (Joseph Smith Jr.). Por não ter recebido o sacerdócio se afastou e fundou a Igreja Adventista do Sétimo Dia, por isso os ensinamentos que eles possuem são semelhantes aos nossos!".

 Vamos aos fatos históricos:

  •  Joseph Smith Jr. era filho de Joseph e Lucy Mack Smith e nasceu no dia 23 de Dezembro de 1805 em Sharon, Vermont, EUA. Na sua infância, como também em grande parte de sua Juventude, Joseph foi privado de uma educação formal, mas foi instruído em leitura, escrita e aritmética básica, sua mãe registrou que ele muitas vezes meditava e estudava profundamente.



  • Ellen Gould Harmon (nome de solteira) nasceu em 26 de novembro de 1827 na cidade de Gorham, no estado do Maine.

 Observem só, o Profeta Joseph Smith Jr. era 21 anos e 11 meses mais velho que Ellen G. White.


A Organização de Igreja A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

  O Senhor revelou a Joseph Smith que A Igreja de Jesus Cristo nesta dispensação deveria ser organizada no dia 6 de abril de 1830. (Ver D&C 20:1.) Amigos e fiéis foram avisados e cerca de 56 homens e mulheres reuniram-se na casa de troncos de Peter Whitmer Sênior em Fayette, Estado de Nova York. Seis homens foram escolhidos pelo Profeta para ajudar na organização “em conformidade com as leis do nosso país, pela vontade e mandamentos de Deus”. (D&C 20:1) Os eventos que transcorreram (em 6 de abril de 1830), no oeste do Estado de Nova York, mudaram a vida de milhões de pessoas. De um punhado de conversos numa pequena cabana de troncos, o evangelho espalhou-se pelo mundo.  Nessa época Ellen G. White tinha menos de 2 anos e meio.



Dez anos depois da organização da Igreja SUD

O Profeta chegou a Independence, Estado de Missouri, no dia 14 de julho de 1831. Depois de ver o local e buscar fervorosamente orientação divina, o Profeta disse: “[O Senhor] manifestou-Se a mim e mostrou-me, bem como a outras pessoas, o lugar exato em que devemos começar a reunir os santos e a edificar uma cidade santa, que se chamará Sião”. Essa revelação especificava que Missouri era o local em que o Senhor tencionava reunir os santos, e que “( . . . ) o lugar que [era então] chamado Independence [era] o lugar central; e um local para o templo se [achava] ao oeste, num lote não longe do fôro”. (D&C 57:3)  Em 1840 Joseph Smith com 34 anos já tinha feito muitas coisas e vivido em vários estados como Ohio, Missouri e Illinois.  

  • No mesmo ano, Ellen G. White e seus pais Robert e Eunice Harmon, e a irmã gêmea Elizabeth a mais novas de uma família com oito filhos, ainda viviam no Maine, localizado no nordeste dos Estados Unidos, No início da adolescência, Ellen e sua família aceitaram as interpretações bíblicas apresentadas pelo pregador batista Guilherme Miller; ela é batizada no mesmo ano sendo apenas uma adolescente de 12 anos. Juntamente com Miller e outras 50 mil pessoas, ela passou pelo que ficou conhecido como “Grande Desapontamento”, pois esperavam a volta de Jesus no dia 22 de outubro de 1844. 

O Martírio do Profeta Joseph Smith Jr.

Pouco depois das cinco da tarde de 27 de junho de 1844, aproximadamente 200 homens com caras pintadas invadiram a Cadeia de Carthage, atiraram e mataram Joseph e seu irmão Hyrum e feriram seriamente John Taylor. Apenas Willard Richards não foi ferido. Ao ouvirem gritos de “os mórmons estão vindo”, a turba fugiu, como o fez a maioria dos moradores de Carthage. Willard Richards cuidou do ferimento de John Taylor enquanto ambos choravam a morte de seus líderes. O corpo de Hyrum estava dentro da prisão, enquanto Joseph, que caíra de uma janela, jazia ao lado de um poço. 


  • Ellen G. White ainda era uma jovem de 16 anos e apenas. Em dezembro de 1844, Ellen alega ter tido sua primeira de um total de cerca de 2 mil visões e ''sonhos proféticos''. Em agosto de 1846, Ellen casou com Tiago White, um pastor de 25 anos de idade que partilhava da mesma convicção de que Ellen fora chamada para realizar a ''obra de um profeta''. Pouco tempo depois, Ellen e Tiago passaram a guardar o sábado como o dia de descanso, de acordo com o quarto mandamento. Igreja Adventista do Sétimo Dia foi fundada em 21 de maio de 1863, ou seja, 33 anos depois da primeira reunião de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.





Joseph Smith Jr. e Ellen G. White, NUNCA tiveram nenhum vínculo;  mas sem duvidas foram lideres americanos mais influentes no século XIX.  As duas religiões de fato tem muitas coisas em comum; em maio de 2014
 o Apóstolo L. Tom Perry e o Presidente dos Setenta Ronald Rasband se reuniram com líderes da Igreja Adventista do Sétimo Dia para discutir uma campanha publicitária conjunta. Detalhes da campanha não foram discutidas publicamente. A reunião ocorreu na sede Adventista em Maryland e incluiu a presença do Vice-Presidente da Igreja Adventista Lowell Cooper.  No Brasil o Élder Moroni Torgan, Setenta (na época), representando a Presidência da Área Brasil, acompanhado por Paulo Araújo, Gerente de Bem-Estar da Área e por representantes dos Assuntos Públicos visitaram na manhã do dia 23 de outubro de 2012, em Brasília, a liderança máxima da Igreja Adventista do Sétimo Dia

Fonte:
Historia de Ellen G. White_http://www.adventistas.org/pt/espiritodep
A Nossa História Igreja Adventista do 7º Dia_O Nascimento da Igreja Adventista do Sétimo Dia Pags. 07,08,09,
A Nossa História Igreja Adventista do 7º Dia_ O Papel de Ellen White na Igreja Adventista do Sétimo Dia, Pag 17
Livro - Nosso Legado (Resumo da História de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias) O Estabelecimento dos Alicerces da Igreja Pag. 5, Capítulo 4: O Estabelecimento de Sião em Missouri  Pag.37,  O Martírio Pag. 62

Líderes discutem liberdade religiosa na capital federal _ www.noticias.adventistas.org


________________________________________
Elias Rozendo

Nasceu no dia 14 de Fevereiro de 1990, na cidade de São João Del Rei- MG. Conheceu a Igreja em Manaus e foi batizado em 2005. Fez seminário e cursa o instituto. Serviu na Missão Brasil Santa Maria, onde recebeu a inspiração para escrever o seu primeiro livro ' A VERDADE SOBRE OS MÓRMONS''.

É apaixonado por comunicação. Estudante de Jornalismo.

segunda-feira, 30 de maio de 2016

O FamilySearch e Canal History Channel Se Unem em Projeto Genealógico

- O FamilySearch International, que é patrocinado por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, faz parceria com o Canal  History Channel, para dar o impulso na campanha que foi lançada através das redes sociais coincidindo com a estréia de uma série de televisão sobre a escravidão nos Estados Unidos do canal de TV chamado “Reading the Roots” (Raízes, em espanhol), que irá ao ar durante quatro noites, início consecutiva na segunda-feira 30 de Maio (Hoje).






Os organizadores esperam que os esforços de “Reading the Roots”  (leitura das raízes, em espanhol) completem a  indexação  dos nomes da época da Guerra Civil; e os registros indexados estará disponível on-line para pesquisas da Historia da família  onde poderá ser encontrado informações sobre seus antepassados.

"Em parceria com o HISTORY   de transcrever os registros da Agência Freedmen, estamos identificando nomes de ex-escravos sem nome. Quando descobrimos suas identidades e heranças, eles voltarão a ser lembrados ", disse Stephen T. Rockwoos, do CEO da FamilySearch International. "Esses registros valiosos estarão disponíveis para busca no FamilySearch.org e serão preservados por gerações no Museu Nacional Smithsonian de História e Cultura Afroamericana".

"O coração de“Roots”  é uma poderosa história sobre a importância do patrimônio e identidade, e acreditamos que não há melhor maneira de honrar o espírito desta história que ajudar a conectar as famílias afro-americanas com suas próprias heranças para apoiar o projeto da Agência Freedmen  ", disse Elizabeth Luciano, vice-presidente de marketing e Estratégia da Marca do canal History Channel.

video


FamilySearch (antiga Sociedade Genealógica de Utah) é uma organização de pesquisa genealógica mantida pela A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e é a maior organização voltada para esse tipo de pesquisa no mundo .
O FamilySearch mantém uma coleção de registros, recursos e serviços gratuitos destinados a ajudar as pessoas a aprenderem mais sobre a história de sua própria família. A organização coleta, preserva e disponibiliza registros genealógicos do mundo inteiro. Todos os serviços prestados pela organização em seu site são gratuitos e disponíveis para o uso do público em geral. O FamilySearch presta ainda serviço a mais de 4 800 centros de história da família em 134 países, incluindo a Biblioteca de História da Família em Salt Lake City, Estados Unidos.
A Igreja atualmente trabalha em um grande projeto de digitalização de microfilmes e outros registros que acrescentarão bilhões de nomes à coleção nos próximos anos, através da ajuda de voluntários que fazem o trabalho de indexação dos registros digitalizados.

________________________________________

Elias Rozendo

Nasceu no dia 14 de Fevereiro de 1990, na cidade de São João Del Rei- MG. Conheceu a Igreja em Manaus e foi batizado em 2005. Fez seminário e cursa o instituto. Serviu na Missão Brasil Santa Maria, onde recebeu a inspiração para escrever o seu primeiro livro ' A VERDADE SOBRE OS MÓRMONS''.

É apaixonado por comunicação. Estudante de Jornalismo.